Comportamento

Golfe: o esporte da realeza

Conheça um pouco mais sobre a história do golfe e descubra os melhores lugares para jogar em São Paulo

 

O golfe tem uma história que se estende por vários séculos. Suas origens são controversas, mas há indícios de que o jogo surgiu no Império Romano (por volta do ano 100 a.C.), nos tempos do imperador Júlio Cesar. Na época, tinha o nome de paganica e era um pouco diferente do que praticamos hoje, mas envolvia bater com um taco feito com um galho de árvore em uma bola estofada com penas ou lã.

“The MacDonald boys playing golf”, obra de William Mosman, século XVIII

Algo parecido com golfe também era jogado na Dinastia Song, na China, entre os séculos X e XIII. A atividade era definida pelos chineses como “um jogo no qual você bate em uma bola com um bastão enquanto caminha”. Além disso, há registros de que uma forma primitiva de golfe era jogada na Holanda, por volta do século XIII. Muitos acreditam que o esporte deriva do polo, do cricket ou do futebol (tendo sido reduzidos os tamanhos da bola e dos gols, supostamente para que se tornasse um jogo mais estratégico e com menos embate corporal).

O golfe, como é jogado nos dias de hoje, surgiu por volta da metade do século XV, possivelmente na Escócia. Porém, o jogo foi considerado ilegal pelo rei James II, porque (assim como o futebol) distraía os soldados de seu treinamento militar. Ao invés disso, os cidadãos eram incentivados a praticar arco e flecha, uma atividade que teria mais utilidade na guerra.

Em 1502, o rei James IV revocou a proibição de seu antecessor, já que ele mesmo havia se tornado um jogador de golfe – o que ajudou a estabelecer a fama do jogo como um passatempo da aristocracia, que também apostava grandes somas nos resultados das partidas. O fato de que os primeiros registros imagéticos do golfe são encontrados em pinturas medievais da realeza sugerem que, nesse período, a atividade já havia se tornado um entretenimento da elite – embora também existissem outras formas de golfe, jogadas pelos camponeses e trabalhadores braçais.

A primeira mulher jogadora de golfe que teve relevância internacional foi a rainha Mary Stuart, que introduziu o esporte na França, no século XVI. Já no século XVII, o golfe se tornou um passatempo comum no Reino Unido. Em 1860, foi realizado o primeiro British Open (ou The Open Championship), um torneio que existe até os tempos atuais. Foi nesse período que o esporte se disseminou em outros países ao redor do mundo. Nos Estados Unidos, os primeiros campos de golfes foram construídos em Nova York (Saint Andrew’s Golf Club, em Yonkers), em 1888, e Chicago (The Chicago Golf Club, em Wheaton), em 1893.

O Old Course de St. Andrews, na região costeira da Escócia, é considerado o mais antigo campo profissional do mundo e um verdadeiro ponto turístico para muitos praticantes do esporte. Aliás, as áreas preferidas para a instalação de campos, nos primórdios do golfe, eram à beira-mar, favorecendo-se dos desníveis naturais dos terrenos nessas regiões. Além disso, com o passar do tempo, os equipamentos para jogar foram se tornando cada vez mais sofisticados. Certamente, trata-se de um esporte para poucos, já que exige muita habilidade, concentração e paciência.

 

Como jogar?

O norte-americano Tiger Woods, um dos jogadores mais renomados do golfe contemporâneo

Os princípios básicos do golfe envolvem dois ou mais jogadores, que batem em pequenas bolas com tacos, para que elas entrem em buracos no campo, com o menor número possível de tacadas. As competições podem ser individuais ou em equipes.

No golfe, cada rodada se baseia em acertar um número de buracos em determinada ordem, de acordo com os diferentes níveis de dificuldade do campo. Em geral, os jogos duram entre duas e quatro horas, dependendo da quantidade de buracos.

Ao contrário da maioria dos esportes, o golfe não utiliza uma área de jogo padronizada, já que depende muito do terreno onde o campo é instalado. Essas variações são fundamentais para que cada local tenha sua particularidade e proporcione diferentes possibilidades de jogadas.

Em geral, o esporte é praticado em uma área que comporte uma progressão de 18 buracos, embora campos recreacionais sejam menores (normalmente, com 9 buracos). Também é possível encontrar diversos tipos de obstáculos, como grama longa, água ou rochas, mas cada campo é único em seu layout específico.

 

Onde jogar golfe em São Paulo?

São Paulo é um dos melhores estados do Brasil para encontrar excelentes campos de golfe, tanto para os praticantes mais experientes quanto para aqueles que desejam dar os “primeiros passos” no esporte.

A história do jogo no nosso país se iniciou no final do século XIX, quando engenheiros ingleses e escoceses que trabalhavam na São Paulo Railway construíram o primeiro clube de golfe brasileiro: o São Paulo Golf Club.

 

São Paulo Golf Club (SPGC)

Situado no bairro de Santo Amaro, na capital paulista, o clube é o mais antigo do país e sua primeira sede foi instalada no bairro da Bela Vista, mas posteriormente transferida para a atual localização. O campo do São Paulo Golf Club possui uma área de quase 60 hectares, totalmente gramada e arborizada, com um traçado de 18 buracos e também um minicampo com 6 buracos. Sua topografia é levemente ondulada, com depressões e pequenos lagos. O clube realiza eventos nacionais e internacionais, com grandes representantes do esporte.

 

Quinta da Baroneza
(crédito: Revista Golf & Turismo)

Inaugurado em 2002 e considerado um dos mais sofisticados clubes de golfe do país, com terreno irregular e sem árvores, o campo da Quinta da Baroneza conta com uma área superior a 800 mil metros quadrados (ou 80 hectares). Em estilo escocês, seu projeto foi assinado pelo arquiteto norte-americano Dan Blankenship. Com acesso apenas a sócios e convidados, o clube de golfe do condomínio possui 18 buracos, em mais de 6.950 jardas, além de club house completo, incluindo saunas, vestiários, bar e loja. A Quinta da Baroneza se localiza entre as cidades de Itatiba e Bragança Paulista, a aproximadamente 90 quilômetros de São Paulo.

Confira nossos imóveis disponíveis na Quinta da Baroneza.

 

Fazenda da Grama
(crédito: Jornal do Golfe)

Com projeto assinado pelo renomado designer Brian Costello, o clube de golfe da Fazenda da Grama conta com 700 mil metros quadrados (70 hectares) e 7.123 jardas de extensão. Inaugurado em 2006, o campo possui 18 buracos, além de driving range e dois putting greens, o que é ideal para golfistas que buscam alto grau de dificuldade. A moderna infraestrutura do local inclui irrigação automatizada, com sistema de bombeamento inteligente, além de estação meteorológica para ajuste das condições do campo. O condomínio está localizado a 75 quilômetros de São Paulo, na região de Vinhedo e Itupeva.

Confira nossos imóveis disponíveis na Fazenda da Grama.

 

Fazenda Boa Vista
(crédito: jhsf.com.br/fazenda-boa-vista)

O condomínio de campo Fazenda Boa Vista é o único empreendimento do Brasil com dois campos de 18 buracos, projetados por duas das mais renomadas empresas do mundo: Randall Thompson e Arnold Palmer. Cada campo tem sua própria club house, ambas com projeto arquitetônico de Isay Weinfeld. O clube de golfe é totalmente integrado à paisagem, entre lagos e vegetação. O belíssimo paisagismo de Maria João D´Orey torna a prática ainda mais agradável. Localizada em Porto Feliz, a cerca de 100 quilômetros da capital paulista, a Fazenda Boa Vista possui uma área total de 1.200 hectares, sendo 300 hectares de mata nativa.

Confira nossos imóveis disponíveis na Fazenda Boa Vista.

 

Clube de Campo de São Paulo
(crédito: Jornal do Golfe)

Situado em uma área preservada de Mata Atlântica, com 120 hectares e vista para a represa de Guarapiranga, em São Paulo, o campo do Clube de Campo de São Paulo tem extensão de 6.089 jardas, com 18 buracos. O local já foi palco de torneios da Confederação Brasileira de Golfe e da Federação Paulista de Golfe. A sede para associados também dispõe de saunas, vestiários e restaurante com deck voltado para o campo.

 

Damha Golf Club

Localizado na cidade de São Carlos, a 255 quilômetros de São Paulo, o Dahma Golf Club foi um dos primeiros do país a abrir seu campo para não associados. O belo paisagismo e a manutenção impecável são alguns dos atrativos do local, que conta também com uma área de treinos. Inaugurado em 2006, o campo tem comprimento de 7.119 jardas, em uma área de 24 hectares.

 

São Fernando Golf Club

Inaugurado em 1954, na cidade de Cotia, a aproximadamente 35 quilômetros de São Paulo, o São Fernando Golf Club se destaca pelo padrão internacional de seu campo, com 7.003 jardas de extensão. A área do clube de golfe abrange 50 hectares, com 13 lagos que oferecem aos golfistas boas oportunidades para testar suas estratégias de jogo. É também um dos poucos campos do país que troca a espécie da grama de acordo com as estações do ano.

 

Spread the love