Tecnologia

5 novidades da automação residencial

Conheça algumas das tendências tecnológicas que estão chegando para tornar sua casa ainda mais prática e confortável

 

As chamadas “casas inteligentes” (smart houses) são uma tendência que veio para ficar, especialmente no mercado residencial de alto padrão. Todos os anos, surgem novas tecnologias e dispositivos, capazes de tornar nossos lares ainda mais práticos, eficientes e confortáveis.

Graças a esses sistemas inteligentes e interconectados, temos à nossa disposição entretenimento, ferramentas de trabalho e segurança para executar as tarefas do dia a dia, além de ganharmos tempo – um bem cada vez mais precioso, no mundo em que vivemos.

 

Mas o que exatamente é automação?

A ideia da automação residencial surgiu como uma forma de aplicar na vida quotidiana das pessoas as tecnologias que estavam sendo desenvolvidas para as mais diversas áreas de atuação. A princípio, os mecanismos buscavam lidar com questões simples, como ativação de aparelhos por voz, controle de iluminação e som ambiente, sistemas de monitoramento ou funções de aparelhos eletrônicos.

Como a tecnologia evolui cada vez mais rapidamente, as tendências da automação residencial tendem a acompanhar essa evolução, tornando-se mais e mais sofisticadas. Por isso, selecionamos aqui algumas das novidades que devem chegar às nossas casas em um futuro não muito distante.

 

 

  1. Segurança externa e interna

Ter uma casa segura é uma das grandes prioridades da maioria dos proprietários de imóveis de alto padrão. Os sistemas de segurança têm se desenvolvido com uma rapidez vertiginosa, para permitir que as propriedades sejam monitoradas de qualquer lugar, simplesmente usando o celular. As imagens de alta resolução podem ser acessadas em tempo real, por meio um aplicativo. Além disso, é possível configurar remotamente sistemas de alarme e notificar sua empresa de segurança imediatamente, caso algo fora do normal aconteça.

 

  1. Portas inteligentes

Ainda no que diz respeito a manter sua casa segura, uma das principais tendências do último ano foram as travas inteligentes: sistemas que tornam o controle das fechaduras acessível para o proprietário de qualquer lugar, além de serem ativadas por reconhecimento de voz, o que diminui os riscos de uma invasão e torna a casa praticamente impenetrável. Outra invenção recente foram as “campainhas inteligentes”: a porta ou portão conta com um sistema de monitoramento de altíssima qualidade, que captura imagens das pessoas que se aproximam da entrada, inclusive com a possibilidade de rotacionar a câmera ou de aumentar a iluminação da área externa para que o visitante possa ser visto mais claramente. Além disso, podem ser criados códigos de entrada personalizados para cada membro da família.

 

  1. Entretenimento automatizado

A ideia de poder tocar suas músicas em qualquer lugar da casa não é novidade, mas uma das tendências recentes na automação é a possibilidade de sincronizar os dispositivos sonoros ao funcionamento de outros aparelhos. Por exemplo, é possível programar o áudio para tocar automaticamente quando se acende as luzes do banheiro, ou conectar as cores da iluminação com as diferentes playlists de cada membro da família. Já para quem gosta de assistir filmes, o controle da TV também pode estar conectado à iluminação: ao apertar o play, o ambiente fica escuro; ao clicar no pause, as luzes voltam a se acender. A automação permite ainda a possibilidade de criar ambientações específicas – para uma festa, por exemplo, pode-se programar antecipadamente a iluminação e a trilha sonora, criando todo o “cenário” com um simples aperto de botão.

 

 

  1. Placas de energia inteligentes

Claro que não há nada de inovador em uma placa de energia comum. Elas são úteis para plugar e carregar nossos dispositivos, que vão desde celulares até computadores, TV e eletrodomésticos. Placas de energia inteligentes, no entanto, são essenciais para quem busca uma casa sustentável, pois oferecem tudo isso e muito mais. Controladas por Wi-Fi, elas permitem monitorar o uso de energia em tempo real pelo seu smartphone, observando quanta eletricidade cada aparelho está utilizando e otimizando seu funcionamento. Outra forma excelente de controlar a iluminação nos ambientes de sua casa e evitar o desperdício é instalar sensores de movimento ou programar a ativação das luzes por voz. Existe ainda a possibilidade de instalação de dimmers ou shades automáticos, que reduzem a iluminação de acordo com a entrada de luz natural.

 

  1. Alertas e notificações

As pequenas tarefas do dia a dia também podem se tornar muito menos problemáticas com a automação residencial. Hoje, as casas automatizadas possuem sensores até mesmo na caixa de correio, mandando notificações ao proprietário, quando há correspondência. O mesmo vale para questões de gerenciamento da casa, como um possível vazamento ou defeito em algum aparelho, além do controle da adega ou da despensa – ou seja, a própria casa “informa” ao morador o que precisa ser feito. Caso queira, o proprietário também pode programar o sistema para lhe enviar mensagens quando seus filhos chegam em casa, por exemplo. As possibilidades são praticamente ilimitadas.

 

As novidades da automação devem movimentar mais de R$ 500 bilhões nos próximos anos, já que as pessoas tendem a aderir cada vez mais a sistemas que facilitam e protegem suas vidas. As casas inteligentes podem parecer coisa de ficção científica, mas essas soluções já são bem reais e estão mais acessíveis do que muitos de nós imaginamos.

 

Spread the love