ZOOM

ZOOM | O comportamento cíclico das locações no mercado de alto padrão

A gerente de locações Gloria Mota fala sobre o boom do mercado e os cuidados que se deve ter ao locar um imóvel

 

No início deste ano, notamos um aumento no volume de locações. Isso ocorre com frequência, são processos cíclicos. Quando o mercado começa a se movimentar, seja por conta de crises ou de expectativas econômicas, os clientes tendem a esperar que a situação se estabilize e, por isso, quem está no momento de compra de um imóvel prefere segurar seus investimentos. A reforma da previdência é um exemplo disso. As pessoas trabalham, têm filhos e precisam se mudar, mas acreditam que a situação do país talvez não seja ideal para a compra. Nesse caso, acabam optando por uma locação, dentro de um budget que normalmente já inclui condomínio e IPTU.

No segmento residencial, quando melhora a procura de imóveis para compra, acaba diminuindo um pouco o volume de locações. O mesmo não ocorre com imóveis comerciais, em que é mais comum locar, porque a maioria das empresas prefere fazer girar seu capital e dificilmente investe em adquirir um imóvel. O que verificamos foi que o mercado de locações esteve inflacionado até 2013, mas houve uma acomodação nos últimos anos e esses valores caíram em quase 50%, chegando a um patamar realista e mantendo-se desde então – principalmente no que diz respeito a imóveis comerciais. Este ano, o volume de locações permanece muito positivo, até melhor do que no ano passado, devido ao bom senso dos proprietários, que mantiveram valores compatíveis com o mercado. Ou seja, os clientes possuem imóveis em que se pode investir, já que a oferta e a procura estão mais ou menos iguais.

No segmento de locação de imóveis comerciais de alto padrão, normalmente nossos clientes são empresas grandes, que buscam ocupar os principais corredores comerciais de São Paulo – Avenida Europa, Gabriel Monteiro da Silva, Groenlândia, Cidade Jardim. Já no caso de imóveis residenciais, a procura maior para locação é da classe média alta, composta por investidores de mercado, que não querem colocar seu dinheiro em um imóvel. Então, alugam em uma faixa a partir de 15 mil reais pelo pacote. Estão entre os bairros mais procurados: Jardins, Itaim e Vila Nova Conceição.

 

Cuidados ao locar seu imóvel

O primeiro cuidado que o proprietário precisa ter na hora de locar seu imóvel é confiança no corretor. Um bom corretor deve ter conhecimento sobre o estado do imóvel e seu funcionamento, o bairro onde se encontra e os valores de mercado. Por exemplo, é sempre melhor locar um imóvel para um cliente que ofereça segurança jurídica, mesmo se o retorno financeiro para o locador for um pouco abaixo do esperado.

No processo de locação, existem vários tipos de garantias que podem ser exigidas pelo proprietário: o fiador, que é o mais tradicional e também o mais difícil de conseguir, atualmente; a caução financeira, que é uma garantia de até três aluguéis; o título de capitalização, que geralmente varia entre cinco e oito aluguéis, dependendo do valor do imóvel; ou mesmo caucionar um imóvel do inquilino. Trabalhamos para que a opção escolhida seja conveniente para todas as partes, considerando o perfil tanto do proprietário quanto do locatário.

 

O futuro da locação

O diferencial de uma imobiliária, com relação aos aplicativos que oferecem soluções digitais, é garantir confiança e credibilidade. Tudo o que eles têm, nós também oferecemos, mas além disso contamos com os recursos de uma empresa consolidada, com serviços tailor made – assessoria jurídica, vistoria, marketing especializado e administração do imóvel. Como esses sites são fiadores apenas até um limite de valor, eles restringem as locações e não sustentam imóveis de alto padrão. Para alugar um imóvel como esse, é preciso de um departamento jurídico que elabore um bom contrato e de um gerente que faça a interface entre as duas partes, para que ambas se sintam confortáveis com a locação. São imóveis nos quais tanto os locadores quanto os locatários são muito exigentes.

 

Spread the love